Gênesis

Lição 10 Capítulo 10 e 11

a importância dos capítulos 10 e 11 do livro de Gênesis, é que estes capítulos são a ponte do começo do Novo Mundo, depois do Dilúvio, e ao maior dos patriarcas Bíblicos, Abraão. Embora esses dois capítulos sejam curtos, é aqui que podemos ver um link da genealogia entre Shem E Abraão… assim como todas as linhas de descendência que foram divididas e separadas em 3 grupos únicos, cada um com seu próprio destino. E, este destino foi contido nas bênçãos, e para um filho-uma maldição, que Noé pronuncia sobre seus 3 homens.

vamos assegurar-nos de algo que deve ficar muito claro: Shem, Ham, e Yefet não eram os únicos filhos que Noé tinha procriado. Eles eram os filhos que tinham sido selecionados por razões desconhecidas para ser incluído no grupo dos tzaddik…..os justos….essas 8 pessoas que foram autorizados a viver durante o dilúvio, com o propósito de repovoar a Terra. Noé teve muitos filhos e filhas durante os 600 anos de sua vida que havia alcançado no momento em que o dilúvio começou. E, eu suspeito, ele concebeu muitos mais depois do Dilúvio. Aparentemente eles não eram importantes para fins da história, portanto não escreveram sobre eles. Agora, claro que Shem, Ham e Yefet foram os únicos filhos sobreviventes de Noé. Todos os outros….filhas, netas, netos, bisnetos foram considerados maus por Jeová e todos foram destruídos junto com todos os outros no dilúvio.

no versículo 6, seguimos a linha de Ham…..la maldita linha de Ham. E, nós precisamos prestar atenção a esses nomes, pois eles vão desempenhar um papel importante na Bíblia. Cush é a Etiópia. Mizraim é o Egito. Fut é a Líbia, E Canaã é o fundador da terra de Canaã, conquistada por Josué, que veio a ser Israel; esses descendentes de Canaã formam grande parte do povo do Oriente Médio e do Oriente, os quais às vezes, equivocadamente, são chamados árabes. Os árabes são da linha Shem, não da linha Ham.

fomos informados de que Cush era o pai do infame Nimrod. Agora, pode ser uma surpresa para vocês que Nimrod era um homem negro. Isso não é de todo uma conjectura; muitas estatuetas e gravuras de Nimrod de centenas de anos, foram encontradas, e todas confirmam suas características negras. E, é perfeitamente lógico que Nimrod seja um homem negro, porque na Bíblia toda vez que você vê que as pessoas são chamadas de Kushites, isto é, pessoas que são descendentes de Cush, e para seu próprio quadro de referência podem chamá-lo de etíope…..de um modo geral, a raça dos negros. Ainda mais, é tradição judaica que Ham era um homem negro.

não devemos mencionar o nome de Nimrod e continuar rapidamente. Vamos falar muito mais sobre ele quando lermos o próximo capítulo. Basta dizer que, por enquanto, que os tabletes antigos da Assíria, encontrados em grandes quantidades, não somente fazem menção de Nimrod, mas confirmam o título que lhe é dado no capítulo 10:9…. “poderoso caçador”. Mas, como os comprimidos explicam, isso não era porque ele era um bom caçador de veados, aves, coelhos ou porcos selvagens. Essa expressão quer dizer “um caçador de homens”…..um guerreiro. E, sendo um guerreiro feroz, facilitou-lhe ser o primeiro construtor de um império, e tirano do mundo. O primeiro império foi Babel…..la antiga Babilônia, não a Babilônia de Nabucodonosor que veio a ser muitos séculos depois. Durante os dias de Nimrod, Babel, Babilônia, estava localizada na terra de Shinar, uma área um pouco a oeste de onde Abraão estava vindo, e localizada hoje em dia no Iraque moderno. Nimrod é creditado como o construtor de Babel, junto com 3 Outras cidades nessa área.

então nos é dito que “Ashur” construiu Nínive, a cidade fabulosa, que ficava no centro da Assíria. E, assim como na Babilônia, este homem chamado Ashur construiu mais 3 cidades na Assíria. Quién quem é Ashur? Ashur é simplesmente o nome Assírio para Nimrod. (Nimrod sendo um nome babilônico) assim, o versículo 11 ainda está falando sobre o mesmo homem….só que ele usa um idioma diferente….e esse nome era Nimrod.

deixe-me dizer-lhe um pequeno segredo sobre os nomes bíblicos: às vezes, você verá a mesma pessoa com 3 ou 4 nomes diferentes, dependendo da nação em que a pessoa viveu, a era em que o evento bíblico foi escrito atualmente versus quando o evento aconteceu atualmente, e qual cultura falava dele. Da mesma forma que hoje se poderia dizer Ricky na cultura americana, Richard em um Inglês mais formal, Ricardo em uma cultura hispânica, Hecardo em uma cultura brasileira están todos estão falando do mesmo nome. O mesmo acontece com as nações, regiões e cidades….os nomes mudam com o passar dos anos, à medida que as culturas e idiomas mudam, mas ainda estão se referindo à mesma pessoa ou lugar.

no versículo 13, somos informados de algo que tem um grande impacto em nossos tempos. Mitzrayim, filho de Ham Mit a linha do mal, amaldiçoado por Deus mit Mitzrayim foi o Pai fundador de um grupo de pessoas chamadas Kasluchim. Dos Kasluchim saíram os temidos filisteus. A palavra moderna para filisteus é Palestina. Os palestinos de hoje afirmam ser os descendentes dos filisteus, que por sua vez são descendentes de Ham. Na verdade, isso não é verdade. A maior parte dos palestinos que vemos em Guerra com os judeus israelitas na televisão, são árabes de vários lugares do Médio Oriente, que vieram como imigrantes à terra Santa durante os últimos 75-100 anos. Eles vieram em busca de trabalho nas fazendas e fábricas judaicas; os árabes não são da linha de Ham, eles são da linha de Shem. Com isso dito, o fato é que muitas dessas pessoas tomaram uma decisão consensual, e odeio Israel, de se identificar com os palestinos, já que eles são inimigos de Israel. Mas, eles criaram inconscientemente um enorme problema para si mesmos. Assim como uma pessoa de qualquer descendência pode se tornar um Israelita apenas identificando-se com Israel (em um nível físico, tornando-se judeu), também uma pessoa pode se tornar um filisteu apenas identificando-se com os filisteus. Muitos árabes palestinos cederam sua herança da linha do bem Sh Shem e se juntaram à linha do mal h Ham. E, como a maioria dos árabes, eles renunciaram ao Deus semita, Jeová, por um deus falso, Allah. Eles serão julgados e é por isso que nós temos que orar por eles para que eles possam perceber o que fizeram antes que seja tarde demais.

de qualquer forma, vamos ver uma lista de tribos espalhadas por Canaã nos versículos 15-18. Mais tarde, durante o êxodo do Egito, vamos ver muitos desses nomes reaparecerem como inimigos dos Israelitas que vão tentar mantê-los fora da Terra Prometida.

no versículo 21, podemos ver a linha de bênção de Shem la a linha do bem, observe como podemos ver o nome de “Ashur” usado como filho de Shem. Lembre-se, este não é o “Ashur” que construiu Nínive ese esse “Ashur” era simplesmente o nome Assírio para Nimrod. Esta é outra pessoa chamada Ashur.

deixe-me resumir os aspectos mais importantes dos versículos que definem a linha de Shem: Shem é referido como o “pai” ou “predecessor” dos filhos ou descendentes de Ever ou Eber. Isto é fundamental para a história hebraica porque da linha de Eber virá outra das divisões de Deus: Peleg e Yoktan. Dividindo, selecionando, escolhendo. Observe atentamente isso, pois é um dos maiores temas que apontam para a maneira como Deus trabalha sua vontade através da Bíblia e em nossas vidas. Peleg e Yoktan eram irmãos, filhos de Ever. Curiosamente, Peleg quer dizer “divisão”, já que da linha de Peleg vem Abraão, de onde Deus planeja salvar toda a humanidade, restaurar o caído a si mesmo.

leia GEN 11

no capítulo 10, temos um extenso resumo da genealogia da história das nações da terra. No capítulo 11, começamos a examinar Nimrod e a razão pela qual as pessoas se espalharam tão rapidamente.

nos é dito que até o tempo de Nimrod, cada pessoa no mundo inteiro falava a mesma língua. Aparentemente, as pessoas estavam se espalhando a um bom ritmo, e elas permaneciam ligadas à língua que todos falavam, porque elas não se separavam umas das outras, elas só aumentavam em quantidade.

observe também a direção para a qual eles se espalharam…..ESTE! Aqui voltamos a ver a palavra “este” outra vez, uma palavra de muita importância para nós; e é aqui que tem o maior dos significados. Perceba que o palavreado diz que (significando a grande quantidade dos descendentes de Noé) vieram “de” o leste para Shinar, em vez de dizer que eles se moveram para o leste. Isso é um pouco confuso, porque Shinar está ao sul e leste de onde eles vieram. Shinar está hoje no Iraque, perto do Golfo pérsico, em uma área dominada pela cidade de Basra. Shinar e Suméria são o mesmo lugar. Apenas diferentes linguagens. Eis o porquê da referência de mover-se do leste: ao moverem-se para o leste de onde Deus os havia posto, em essência eles estavam se afastando de Deus. Agora não devemos necessariamente pensar que, ao se mover, ele era necessariamente mau….afinal, eles estão cumprindo o que Deus havia instruído, re-povoar o planeta. Pelo contrário, segundo a designação bíblica que eles estavam indo “na direção oposta ao leste”, é simbólico para eles querer obter independência de Deus. Assim como muitos de nós que mal podiam esperar para atingir a maioridade para nos afastarmos da Autoridade de nossos pais.

agora, Nim talvez Nimrod fundou a cidade de Bavel, a qual nós chamamos agora Babilônia, no sentido no qual, foi ele quem pôs a estaca e disse: “construam aqui”? Provavelmente não foi assim. É muito provável que o tomou liderança em algum momento do desenvolvimento da cidade….um costume muito comum…..e ele veio e a levou para outro nível. E, eventualmente, Bavel tornou-se uma grande cidade, sendo uma milha quadrada dentro de suas paredes, e tornando-se 5 vezes maior em tamanho. E, claro, temos essa Torre….la Torre de Babel. Tecnicamente, a torre era um Ziggurat, como um tipo de pirâmide com degraus. Vários Ziggurats antigos foram descobertos hoje no Iraque e no Irã. E, este Ziggurat em particular, foi construído para dois propósitos: a) para chegar ao céu, para assim poder fazer um nome de si mesmos e b) para assegurar-se de que eles não fossem espalhados. Em suma: rebeldia em grandes escalas.

como vimos nas últimas semanas, Shem significa nome; e a palavra SHEM é usada aqui quando se refere aos seguidores de Nimrod que queriam fazer um nome por eles mesmos. Mas lembre – se de que a palavra “nome” não está se referindo a um nome como Bob, Fred ou Elizabeth; esta palavra hebraica shem poderia melhor ser traduzida como “reputação” já que carrega consigo o sentido de poder e autoridade. Por exemplo, Nimrod significa “poderoso caçador” ; essa era sua reputação. Então, eles construíram uma torre até os céus para fazer uma reputação de ter poder e autoridade em si mesmos. E a razão pela qual eles queriam a reputação era mostrar a Deus que eles não seriam obedientes a ele e se espalhar como deveriam. Ainda mais, qualquer um que planejasse ser um ditador (como Nimrod) tinha que provar que ele era todo-poderoso, para que assim as pessoas se submetessem a ele. Isso era muito do que Nimrod estava fazendo.

é evidente pela maneira em que é expresso que ainda desde os dias de Noé, O homem devia se espalhar, para assim poder voltar a povoar o mundo inteiro…..essas eram as instruções de Deus. Essas ordens não estavam perdidas ou esquecidas, simplesmente tinham sido ignoradas. Mas, agora, sob a liderança de Ninrode, eles desafiaram abertamente as ordens de Deus para se espalharem. Como diz O versículo 4 ” para para que não fôssemos espalhados por toda a terra.

a ideia nestas mentes babilônicas era esta: se Deus vive no céu, nós com nossa inteligência, podemos inventar uma maneira de construir uma torre até o céu, para viver lá se quiséssemos. E, quando chegarmos lá, vamos dizer a Deus nós decidimos que gostamos de todo o poder, conhecimento, riquezas e comodidades que adquirimos por termos ficado juntos, e não há nada que você possa fazer que nos impeça. E, quando as outras pessoas ouvirem o que fizemos, vamos criar uma reputação própria e ninguém vai querer vir contra nós.

Está isso está longe de onde a humanidade está hoje? Talvez não esteja o homem dizendo: “Deus os teus caminhos são velhos e obsoletos. Nós acumulamos um conhecimento superior, que não só podemos resolver nossos problemas, mas podemos fazê-lo melhor do que Deus pode. Na verdade, seus caminhos são um obstáculo para onde nós, a humanidade pode chegar…. Não precisamos de sua ajuda ou de suas diretrizes de moral, podemos criar nossas próprias diretrizes à medida que precisamos delas e que sejam relevantes para nossos tempos. Vida a vida? Nós podemos produzi-la e fabricá-la a nossas próprias especificações. Matrimonio o casamento? Só entre homem e mulher era para o tempo passado, mas não para os nossos tempos”. O que Nimrod fez não é nada diferente do que a cultura humanista secular está nos direcionando a fazer hoje. Pura e simples rebeldia.

no verso 5, podemos ver uma dessas expressões “metafóricas”, na qual”Deus desceu para ver a torre”. Deus certamente não precisava “se mover” para saber o que estava acontecendo. Mas, Deus terminou o ato de rebeldia, quando deu a cada um línguas diferentes. Tente construir algo em equipe, quando ninguém fala a mesma língua.

de fato, os paleo-linguistas, isto é, cientistas que investigam a história da linguagem, chegaram à conclusão recentemente que todas as línguas saem de uma fonte. Eles estão trabalhando duro para descobrir o que é, e de onde é. Que perda de tempo…. A única coisa que você precisa fazer é ler este capítulo.

você pode ver que era unidade no sentido humanístico incluyendo incluindo a iglesia…la isso é definido como uma falsa doutrina. Aqui em Bavel as pessoas tinham um líder, tinham uma visão e um propósito que eles achavam que era bom; e como eles todos o criaram e pensaram, e eles todos queriam, eles tinham unidade. Mas, quando examinamos as escrituras, não vemos Deus unificando; vemos Deus dividindo, escolhendo e separando. De fato, mais tarde, quando vemos Israel no Egito, e depois quando estudamos as leis em Levíticos, veremos Jeová constantemente dizendo às pessoas para se separarem de pessoas impuras e ímpias; que separassem as coisas puras e impuras como a comida, animais e o comportamento; a separação foi a intenção para Nimrod e seus seguidores. A unidade em si não é nada ruim; a chave é o que ou quem é o agente unificador. Consenso e ceder é a maneira pela qual o homem vê a unidade. É o tipo de unidade que vemos no mundo e na cristandade em geral. É o homem, de mãos dadas, dizendo que somos um.

o tipo de unidade de Deus é unidade nele. É cada indivíduo segurando a mão de Cristo. Da mesma forma que o cubo é o centro de uma roda, Cristo é o ponto de unidade. Não tem nada a ver com ceder, consenso, ou com regras majoritárias.

o que é fascinante é que temos uma demonstração maravilhosa desse princípio, na forma de algo oposto acontecendo centenas de anos depois. Você se lembra do nosso princípio de opostos. Tudo em nosso Universo tem um oposto, ou para vocês, cientistas, um resultado oposto. Aqui na história da Torre de Babel, Deus está demonstrando como ele vai dividir e separar o que o homem quer unificar. E, o mecanismo de divisão que o uso neste caso foi a linguagem.

no livro de atos, vemos o homem sendo unificado à maneira de Deus, no dia de Pentecostes. Uma união de fato que ele tinha dividido e separado sobre 2000 anos antes.

Ves você vê essa conexão fascinante entre Pentecostes e a Torre de Babel? Na Torre, Deus rompe com o tipo de unidade do homem ao dar-lhe diferentes linguagens, para que assim não se pudessem comunicar… o tipo de unidade do homem foi desfeito e limitado. O espírito Humano era o que guiava o homem na Torre de Babel, e o espírito Humano era o que estava definindo o que era unidade. Agora, no Pentecostes, Shavuot, Deus põe seu Espírito Santo no homem, e os unifica POR meio do Espírito DE DIOS…..no por meio de ceder ou consenso. A unidade não era de um tipo de unidade física; era um tipo de unidade espiritual. Ele lhe dá a habilidade de entender e falar línguas que eles nunca haviam entendido ou falado antes lo o oposto do que aconteceu na Torre de Babel quando ele deu a cada um línguas que eles não podiam entender.

Vamos falar sobre Nimrod um pouco. Nimrod era um homem real, literal, mas ele também era um tipo de homem. Ele é o primeiro de um tipo ou tipo de homem que queria governar o mundo, e representar todos os atributos dele que vai ser o último homem que quer governar o mundo: o Anti-Cristo. Nimrod é o “homem do Pecado” que estava completamente possuído por Satanás, e em total concordância com a inclinação do mal. E, assim, muitos que virão depois de Nimrod serão do mesmo tipo…. Faraó, Antíoco Epifanos, Nero e Hitler para assim mencionar – lhes uns poucos; e culminando no anárquico, sem lei, homem de Pecado, A besta chamada O Anti-Cristo. E, claro que isso é para opor o homem que é exatamente o oposto, Yeshua Jesús Jesus O Cristo….que está completamente cheio, e um com, Jeová.

Nimrod, da linha amaldiçoada de Ham, filho de Cush, é considerado o primeiro construtor de um império na história. Ele é o primeiro a querer dominar não só os animais, mas também os homens. Ele é o primeiro a construir uma cidade murada; esta é uma chave do porquê se pensa que ele é o que inventa a guerra armada. A única razão para construir uma muralha em torno de onde você mora é para proteção própria. E, se você foi o primeiro a pensar em tal ideia, imagine como você será capaz de atacar e conquistar os outros, e então se refugiar atrás das muralhas onde os outros não poderiam fazer o mesmo com você.

Nimrod se casa com Semiramis. Após sua morte, sua esposa o declara Deus. Ela, considerando-se a esposa terrena de Deus, torna-se a Rainha do céu. Eles tiveram um filho chamado Tamuz. Tamuz foi considerado a reencarnação de Nimrod. Então, agora tínhamos um governante homem-Deus….Tamuz, cuja essência era Nimrod. Esta formulação de Deus o Pai, A Rainha Mãe do céu, e o filho cuja essência era a Renascença do Pai, vieram a ser a base para todas as futuras religiões falsas; aquelas religiões que Deus chama de “mistérios de Babilônia”. Todos eles têm seu ponto de partida em Nimrod.

desde aquele dia, Nimrod e Semiramis (agora deificados como Deus e Deusa) apareceram com nomes diferentes….Nomes que refletem a linguagem e a cultura em que foram adotados. Semiramis, como a mãe de todas as mães, era a deusa da fertilidade. No Egito, seu nome era Isis. Na Índia, Seu nome é Indrani; na Ásia, Cybelle, então, particularmente na área da Terra Santa, ela será chamada de Ashteroth. Seu nome antigo pelo qual ele era conhecido era Astarte.

a imagem de Deus de Nimrod, era conhecido na Bíblia como Ba’al, e como o homem-Deus Ninus que construiu Nínive, então, Nimrod vai ser conhecido como Marduch e Molech.

eu lhes mostro isto para que possam ver o emaranhado diabólico que se mostra nas Escrituras desde o começo até o fim; e o que compõe as religiões do “mistério Babilônia” al pelo menos de onde saem seus alicerces. E, como a maldição profética da linha de Ham, dada por Noé, está ocorrendo. Podemos ter certeza de que o Anti-Cristo vai sair da linha de Ham.

curiosamente, o nome da primeira cidade que Nimrod construiu foi Bavel, tendo em tempos antigos um significado diferente do que tem agora. Observe a maneira como Bav-el é escrito. As letras el indicam a palavra “Deus” el O Deus mais alto. Originalmente, Bav-el queria dizer a cidade de Deus. Eventualmente, seu significado foi alterado para refletir o que aconteceu lá; e a palavra Bavel passou a significar confusão.

no final, como resultado da confusão de línguas, a cidade de Bavel, Babilônia, parou a expansão; e as pessoas se mudaram para fora de lá, e agora a um ritmo mais acelerado começaram a se repovoar em lugares distantes no mundo. É curioso como em um ponto na história do homem, Deus, julga o homem confundindo suas linguagens, e os força a se dispersarem; então, no dia de Pentecostes centenas de anos depois, Deus abençoa o homem com o derramamento do Espírito Santo quando a verdade de Deus pode ser entendida por todo o mundo, e em todas as línguas. E, mesmo quando este evento foi tão maravilhoso, era apenas para marcar outro tempo no futuro, quando o povo de Deus, em todas as nações do mundo, retorna de seu lazer, Para se unir em um só espírito sob nosso rei atual e futuro, Yeshua ha Mashiach, Jesus Cristo. Nós chamamos isso de reino unido de Deus, o Reinado do Milênio. Mas, como você sabe, como tudo o que Satanás planejou, ele está rapidamente trabalhando para falsificar isso. Na forma da nova ordem mundial. Nós, hoje, estamos nessa geração que está ativamente renascendo o que Nimrod queria fazer…. Amarrar todos em um só, jogar, sob uma régua, e um governante un um homem. E, grandes segmentos da Igreja estão sendo cegamente direcionados para pregar a tolerância, harmonia mundial, paz a qualquer custo, e o fim da Torá, e em vez disso devemos confiar na bondade de nossos corações.

do versículo 10 no final deste capítulo temos uma recontagem da linhagem de Shem, começando com ele até chegar a Abraão. Também nos é dada uma boa informação básica sobre Abraão e sua família. Por exemplo, seu pai era Terach, E Abraão tinha dois hermanos…al menos dois….e seus nomes eram Nachor e Harã. Haran tinha um filho chamado Lot, mas Haran morre. Vemos Abraão se casar com uma mulher chamada Sarai (mais tarde vamos ver que ela era filha de uma das esposas de seu pai Sar então Sarai era a meia-irmã de Abraão). E, dizem-nos por algum motivo, Sarai parecia não poder ter filhos.

Algo muito curioso, que às vezes podemos ignorar, é dito no versículo 31. Aparentemente, foi Terach, não Abraão, o primeiro que foi chamado para levar sua família e se mudar para a terra de Canaã. Quando Terach e sua família receberam o chamado, ele e sua família estavam vivendo em Ur dos caldeus. Os caldeus eram uma cultura antiga daquela área; Suméria era o nome daquela região, e Ur era essencialmente a capital daquela cidade. Era também aquele lugar, um muito mau; na verdade, era o centro cultural de adoração ao deus da lua Hurki, que é conhecido hoje como Allah.

curiosamente, por alguma razão, Terach saiu de Ur, mas em vez de ir para o sudoeste em direção a Canaã, ele foi para o noroeste em direção à Mesopotâmia. Quando chegaram a certa cidade, decidiram ficar em vez de seguir até Canaã. O porquê, não nos diz. Mas, foi lá que o irmão de Abraão, Haran, morre. E, essa cidade foi chamada Haran em homenagem a ele, algum tempo depois.

de fato, tecnicamente, neste momento, Abraão ainda não era chamado Abraão, ou em hebraico, Avram, que quer dizer “Pai exaltado”. Vai demorar alguns anos até que Deus mude seu nome de Avram para Abraão, que significa “pai da multidão”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.